Compre agora, pague depois. Qual a sacada?

Tempo de leitura:
Compartilhe:

Texto de Pyr Marcondes, Senior Partner da Pipeline Capital Tech. 

 

A Slope, que oferece às empresas uma maneira fácil de oferecer serviços do tipo compre agora e pague depois (buy now, pay later, ou, para os íntimos BNPL), viveu seis meses intensos.

Isso não é uma grande surpresa, já que o tamanho do mercado compre agora e pague depois foi avaliado em US $16 bilhões em 2021 e deve crescer quase seis vezes até 2029.

Sua API pode aprovar transações de BNPL em segundos e seus clientes de varejo podem oferecer aos clientes o benefício do pagamento depois da compra, seja à vista ou em parcelas.

Já no checkout, os clientes escolhem as condições de pagamento que funcionam melhor.

A Slope gerencia o empréstimo, a subscrição e qualquer cobrança de dívidas e pagará à empresa assim que o produto ou serviço for enviado.

A Slope cresceu assustadoramente em seus seis meses de operação (121% mês a mês) e registrou clientes corporativos suficientes para crescer mais de 20 vezes no trimestre. Operam já com 2500 negócios nos EUA e México.

A Slope é uma das pontas aparentes desse iceberg que é o negócio de BNPL. Mas qual a diferença dos nossos tao conhecidos crediários, tao característicos do varejo no Brasil? Bem, algumas.

A primeira é que a compra é beneficiada pelo sistema já no checkout, em segundos, sem a necessidade de solicitação de aprovação prévia de perfil para o pagamento ser feito depois.

A segunda é que o consumidor não precisa ser cliente da loja, nem de nenhuma outra instituição financeira para usar o sistema. O que contribui para a inclusão dos não bancarizados e aumenta a base possível de clientes para o varejo.

A terceira e muito vantajosa é que não será cobrado juros caso o pagamento for feito na data combinada.

Grandes grupos financeiros como cartões de crédito e bancos estão aderindo fortemente ao sistema.

No mês passado, o PayPal gastou US$ 2,7 bilhões com a japonesa Paidy em um esforço para conquistar o mercado na Ásia. No início de agosto, a Square anunciou planos de adquirir a Afterpay em um acordo de US$ 29 bilhões. Diz-se que até a Apple está entrando no jogo BNPL também.

O segmento de BNPL está promovendo um incremento ainda maior do que o já existente  entre instituições financeiras tradicionais, operadoras de meios de pagamentos e empresas líderes do varejo.

No Brasil, ainda se trata de um mercado em estágio inicial de desenvolvimento. Mas, certamente, deverá se expandir como uma alternativa ao tradicional crediário. Notadamente junto ao público com baixo acesso ao mundo finaceiro.

 

Texto original em Innovation Insider.

 

Acompanhe novidades através do site https://pipeline.capital
e também do LinkedIn
e do Instagram

Compartilhe:

Últimas Postagens

Pipeline Capital e digitaliza.ai lançam o primeiro Scape Report interativo

A Pipeline Capital, empresa global de fusões e aquisições com foco em tecnologia, criadora dos Scape Reports, que se consolidaram como um guia de

Pipeline Capital é advisor da Vianuvem na sua venda para a Unico

  A unico, IDTech brasileira de soluções de proteção de identidade visual anuncia a compra de 100% das operações da Vianuvem, startup de gestão

Equity Crowdfunding: Investimento para escalar sua startup

O Equity Crowdfunding ou Crowdfunding de Investimento, é uma ferramenta poderosa para startups que buscam levantar capital e escalar seus negócios. Diferente das formas tradicionais de

DAOs: O futuro da gestão de empresas, agora sem empresas

DAOs é a sigla em inglês para “Decentralized Autonomous Organization“, que em português significa “Organização Autônoma Descentralizada”. Basicamente, estamos falando de empresas sem empresas.

Personalidade do mês: Charlie Munger

Nossa personalidade do mês de junho, Charlie Munger, é uma figura chave no mundo das finanças e dos negócios. Ele nasceu em 1924 e

O que é um processo de M&A?

M&A é a sigla em inglês para Mergers and Acquisitions, em português, Fusões e Aquisições. Trata-se da compra e venda parcial ou total de

Connect to the best of M&A world Subscribe to our Newsletter

Pipeline Podcast “Papo de M&A”

Pipeline Capital’s podcast on mergers and acquisitions, innovation and technology.