Collective Crowdfunding

Conectamos investidores com empresas do mundo tech.

+
10

ANOS NO MERCADO

USD
1

BILHÃO DE MARKET CAP DE ATIVOS SOB GESTÃO 

ESCRITÓRIOS OPERACIONAIS LATAM, EUROPA E USA

Somos empreendedores por natureza e história

Captação de investimentos

Realizamos processos de captação com uma base grande de investidores, mas focamos nossas ações em investidores que, além de recursos financeiros, tragam para a companhia conhecimentos e forte experiência no mercado de atuação. 

A Pipeline Capital está presente na Europa, América Latina, Israel e Estados Unidos.

Nossos business partners em cada região são homens de negócios, empreendedores e ex-executivos de empresas globais, operando localmente com expertise e experiência em alguns dos mais relevantes mercados internacionais.

Aplicamos globalmente o mesmo que fazemos no Brasil: excelência em negócios.

Conheça nossos assets

Reunimos os melhores assets do mercado para você diversificar o seu portfólio de investimento em empresas de tecnologia. Conheça um pouco deste universo 
e cadastre-se em nossa plataforma. 

What our customers say

Pipeline News

Pipeline Capital e digitaliza.ai lançam o primeiro Scape Report interativo

A Pipeline Capital, empresa global de fusões e aquisições com foco em tecnologia, criadora dos Scape Reports, que se consolidaram como um guia de

Pipeline Capital é advisor da Vianuvem na sua venda para a Unico

  A unico, IDTech brasileira de soluções de proteção de identidade visual anuncia a compra de 100% das operações da Vianuvem, startup de gestão

O que é um processo de M&A?

M&A é a sigla em inglês para Mergers and Acquisitions, em português, Fusões e Aquisições. Trata-se da compra e venda parcial ou total de

O que é Martech

E por que Martech é essencial para o sucesso do seu negócio. Para começar, é importante entender o que é Martech. O termo “Martech”

M&A mostra tendência positiva, que deve se consolidar

Texto de Alon Sochaczewski, fundador e CEO da Pipeline Capital. No mais recente estudo do Morgan Stanley, cujo título é “Why 2024 Could Be a