Preço não se negocia, se respeita.

Tempo de leitura:
Compartilhe:

Texto de Alon Sochaczewski, Founder e CEO da Pipeline Capital.

Vamos aproveitar o começo de ano para refletir sobre comportamentos essenciais que podem mudar hoje uma nação.

Vamos falar da cultura do preço.

A cultura de se negociar preço no Brasil materializa a imaturidade de um país e de uma Nação. Basicamente parte de uma falsa premissa que todos tem uma margem de lucro generosa e que topam reduzir por um contrato.

Países como o Brasil, onde esta prática é quase uma lei federal esmaga o executivo, o empreendedor, o cidadão e cria uma falsa cultura de vitórias para quem consegue o desconto, o contratante e o machucado contratado.
Uma doença assintomática.
Uma dopamina sintética, maligna e falsa.

É falso porque se é cultural, a margem de negociação já está embutida na composição do preço. Tão simples quanto isso.

Perde-se tempo com esse teatro e finge-se eficiência.

Para piorar, nas tais companhias eficientes, criaram um departamento de negociação de preço(não de fornecedores) com varias ferramentas, práticas e incentivos para esmagar com um pilão as empresas. Uma delas só para exemplificar é o leilão reverso, onde o menor preço leva o contrato. O governo brasileiro, por exemplo, se utiliza desta prática pela sua transparência e austeridade como práticas.

Me parece que o brasileiro entende que lucrar é pecado.Ter uma empresa próspera, com um lucro sustentável – onde se gera empregos, famílias com mais capital e poder para se aplicar, principalmente em educação, moradia e saúde. Ter famílias mais preparadas, cria-se novas gerações para produzir um país melhor, gerando mais emprego, mais negócios, mais arrecadação fiscal e muitos outros benefícios circulares a economia, criando uma espiral ascendente.

Entende que isso não é um plano de incentivo estruturado e que não depende do momento econômico de um país?

Agora, como fazer para acabar com esta cultura maligna?

É simples, não negocie.

Mude o seu pensamento.

Tire a lógica binária de caro ou barato.

Mude para o “posso ou não posso”.

Sim, pesquise fornecedores e entenda o seu preço, baseado no que eles são e principalmente: estipule o seu orçamento. Se você gosta de uma determinada empresa que tem o maior valor, entenda as razões desta composição. O que a faz ter esse posicionamento e avalie se é compensatório para você.

Empresas com boas práticas de ESG, precisam exercer sua Sustentabilidade no seu Suply Chain mudando a sua cultura de contratação.

E você, reflita sobre essa prática.Seja para escolher um restaurante ou comprar um serviço de uma pessoa simples e batalhadora, como a grande maioria do povo brasileiro é e lutam para ganhar o pão de cada dia. São milhares de micro e médio empreeendores que são o motor desta nação.

Isso é mais um passo para um mundo melhor e ao seu alcance hoje, agora.

Texto de Alon Sochaczewski, Founder e CEO da Pipeline Capital.

Acompanhe novidades através do site https://pipeline.capital
e também do LinkedIn
e do Instagram

Compartilhe:

Últimas Postagens

Pipeline Capital e digitaliza.ai lançam o primeiro Scape Report interativo

A Pipeline Capital, empresa global de fusões e aquisições com foco em tecnologia, criadora dos Scape Reports, que se consolidaram como um guia de

Pipeline Capital é advisor da Vianuvem na sua venda para a Unico

  A unico, IDTech brasileira de soluções de proteção de identidade visual anuncia a compra de 100% das operações da Vianuvem, startup de gestão

Utilizando o M&A para entrar em novos mercados ou adquirir novas tecnologias

Fusões e aquisições (M&A) são estratégias poderosas para empresas que buscam expansão e inovação. Se você é um empreendedor ou investidor, entender como utilizar

Governança corporativa como estratégia central para o sucesso no M&A

A governança corporativa representa um pilar fundamental no desenvolvimento e na expansão de negócios, especialmente em um ambiente tão competitivo quanto o de Mergers

Mitos e verdades sobre a venda de empresas

A venda de uma empresa é um marco significativo na jornada de qualquer empreendedor ou investidor. No entanto, esse processo muitas vezes é envolto

Nubank

Nossa “Empresa do Mês” de abril, o Nubank, é o maior banco digital do Brasil e da América Latina. Foi fundada em 2013 no

Connect to the best of M&A world Subscribe to our Newsletter

Pipeline Podcast “Papo de M&A”

Pipeline Capital’s podcast on mergers and acquisitions, innovation and technology.