Cinco previsões para 2023

Tempo de leitura:
Compartilhe:

Texto de Pyr Marcondes, Senior Partner da Pipeline Capital.

O que esperar do mercado para o ano novo

1. Ecommerce vira Marketing

Houve um tempo em que Marketing e Commerce eram duas atividades correlatas, mas separadas. Não mais. São uma coisa só. Commerce e Marketing perderam sentido (e eficácia, e rentabilidade, e agilidade) se operadas individualmente como silos. Isso só vai ficar mais e mais claro em 2023. Quem ainda não entendeu, vai entender the hard way: perdendo mercado.

2. M&As vão crescer e acelerar

A tendência vem se consolidando ano após ano, durante a pandemia não desacelerou, e ano que vem vai retomar ritmos acelerados. Grandes grupos seguirão indo às compras, fusões entre empresas de médio porte seguirão correndo. Fundos de investimentos começaram a perceber que marketing é um investimento lucrativo, como apontam as mais recentes pesquisas colocando esse setor como o terceiro que mais vem atraindo o capital de risco mundialmente. Esse capital anabolizará o setor como um todo. Com uma atenção especial às startups, que seguirão sendo o vetor de inovação mais atraente da indústria.

3. Empresas LGTBQIA+ fakes vão pagar alto preço

Faz tempo que empresas vão a público contar sua adesão ao LGTBQIA+, mas na real não são muitas que levam isso de fato a sério e tem políticas internas e de relacionamento com os consumidores efetivamente engajadas. Ano que vem, esse mundinho fake virá cada vez mais e mais a público e ou as empresas levam o tema à sério ou a sociedade e seu consumidores vão migrar para marcas que façam seu papel como de fato todas tem que fazer nos tempos que correm

4. AI colaborativa vira mainstream

AI está em toda parte. Mas sua função de suporte colaborativo para equipes de trabalho no marketing e propaganda será acelerada ano que vem. Soluções de texto e criatividade, previsões estatísticas e de vendas, suporte operacional para management flow, enfim, várias das tarefas operacionais do cotidiano da nossa indústria terão na AI um suporte que otimizará todas elas.

5. Investimentos em Marketing Tech vão roubar a cena

Não me canso de dizer faz tempo que não existe mais marketing sem o sufixo tech. Pois Martech será a palavra chave para tudo em nossa indústria. Todas as companhias, agências, anunciantes, grupos de comunicação, investirão mais e mais profundamente em martech. Até porque não terão nenhuma outra opção ou saída. Quem comer bola, bem, vai comer bola.

Texto de Pyr Marcondes, Senior Partner da Pipeline Capital.

Matéria originalmente publicada por Meio&Mensagem.

Acompanhe novidades através do site https://pipeline.capital
e também do LinkedIn
e do Instagram

Compartilhe:

Últimas Postagens

Exploring World Economic Conditions!

By Pipeline’s International Contributor in Paquistan, Hammad Kashif The current world economic conditions are a complex and ever-changing landscape, but one thing is sure:

Retail media and CTV together

Text by Pyr Marcondes, Senior Partner at Pipeline Capital. The survey is from Innovid, an adtech and media performance measurement platform. Advertisers pressured by rising

Price is not negotiated, it is respected.

Text by Alon Sochaczewski, Founder and CEO of Pipeline Capital. Let’s take advantage of the beginning of the year to reflect on essential behaviors

O Ecossistema de Inovação de Porto Alegre desabrochou

Texto de Cesar Paz, Business Partner da Pipeline Capital. Para avançarmos na afirmativa do título desse texto, primeiro precisamos entender minimamente o que seria

Connect to the best of M&A world Subscribe to our Newsletter

Pipeline Podcast “Papo de M&A”

Pipeline Capital’s podcast on mergers and acquisitions, innovation and technology.