O segredo por trás do sucesso das empresas em Early e Late Stage

Tempo de leitura:
Compartilhe:

Texto de Alon Sochaczewski, Founder e CEO da Pipeline Capital.

O tempo é o único indicador da vida que não se relativiza. A idade de uma empresa marca o seu momento na jornada de vida. Porém, para um gestor ou um fundador, ser jovem ou maduro tem exatamente as mesmas responsabilidades – e essa é a chave para uma trajetória com menos emoção. Menos, porque toda empresa tem.

No mercado de tecnologia, criamos termos também relacionados ao tempo. Startups é mais conhecido, mas o que melhor define o momento é Early e Late Stage. O Nubank, por exemplo, é uma Start Up Late Stage. Note a diferença de DNA, porte e momento.

Entendemos que, para essas jornadas, o empreendedor precisa de soluções de apoio ao seu crescimento até o momento em que seu relógio indique que é hora de sua liquidez final. Muito tempo investindo, alocando o caixa para crescer e não para o próprio bolso ou dividendos. O foco é a valorização da ação, para obter a melhor liquidez.

É cada vez mais desafiador pelo tempo de uma Start Up, a combinação do caixa “verde” e o valor da empresa. Na verdade, o momento imposto pelo mercado financeiro exige essas duas combinações. Pessoalmente, acho que essa combinação limita muito o crescimento de uma empresa Early Stage, mas entendo o que um mercado maduro exige de um empreendedor maduro. O que aconteceu em uma corrida de oferta e demanda de capital foram as ligações entre investidores e empreendedores com teses de excesso de capital e lógicas de conquista de mercado a um alto custo. O capitalismo clássico se autorregula e passamos mais de um ano calibrando a equação jornada e capital, liderados pelos investidores.

O mercado aponta uma redução gradual das taxas de juros para uma aceleração das economias. EUA, China e Alemanha soltaram sinais de frustração com o crescimento do PIB, o que indica que vão acelerar suas reduções de taxas de juros com parcimônia para controlar a inflação. Sinais de aquecimento de investimentos voltam na área de tecnologia, no pipeline de IPO e de investimentos nas Start Ups, com novas rodadas robustas de capitalização pelos Venture Capital. Na Pipeline Capital, disponibilizamos um estudo que apontava uma retomada mais rápida do que o mercado previu. E estávamos certos. O ajuste foi muito necessário nas companhias, mas novamente ressaltamos que crescer com caixa próprio, em uma companhia Early Stage e com um mercado promissor, é difícil.

A partir desta visão, começa minha exposição sobre o que a Pipeline Capital oferece ao mercado:

  • Acreditamos em M&A para todos: Early e Late Stage.
  • Acreditamos em produtos financeiros que apoiem o crescimento, como dívida e racionalidade de preservação de equity.
  • Acreditamos em combinações de capitalização: dívida e venda de ações em conjunto, por exemplo.
  • Acreditamos em companhias de Early Stage que possam fazer um Early Exit devido à natureza do negócio ou do empreendedor.
  • Acreditamos que Late Stage é obrigada a pensar em um plano de liquidez e que Buy To Sell é o único caminho de crescimento. Exemplo: Locaweb, TOTVS, e em breve uma fila de novas Tech Companies que já fazem BUY porque não têm outra opção de crescer.

Como estamos nos equipando com essa visão e crença? Investindo:

  • Somos homologados pela CVM para Crowd Equity para ofertas de capitalização de baixo valor.
  • Abrimos uma divisão de Credit & Debt.
  • Criamos metodologias para liquidez, seja Early ou Late Stage, que se adaptam à velocidade de cada momento: Early Exit, Aceleração de M&A, Venture Scale-Ups, M&A padrão, e programas especiais de Buy Side.
  • Investimos em tecnologia, como adição de inteligência artificial para insights de mercado, investidores e tendências, acelerando processos que dependem de pessoas e que podem ser feitos pelos computadores.
  • Investimos nosso tempo em pessoas: nosso time conversa diariamente com investidores para entender suas teses, otimizando a inteligência para nossos ativos.
  • Investimos no nosso time: temos um programa de parceria real, com 100% das pessoas que trabalham na Pipeline ganhando em um acordo. Do estagiário ao senior partner, nossos clientes são atendidos por sócios.

Nosso propósito é fazer o melhor negócio para o empreendedor, seja ele Early ou Late Stage. Se você acha que nossas visões e ofertas fazem sentido, entre em contato. Juntos, entenderemos o seu momento e elaboraremos um plano para ajudar em seu ciclo e em sua jornada.

Texto de Alon Sochaczewski, Founder e CEO da Pipeline Capital.

Compartilhe:

Últimas Postagens

Pipeline Capital e digitaliza.ai lançam o primeiro Scape Report interativo

A Pipeline Capital, empresa global de fusões e aquisições com foco em tecnologia, criadora dos Scape Reports, que se consolidaram como um guia de

Pipeline Capital é advisor da Vianuvem na sua venda para a Unico

  A unico, IDTech brasileira de soluções de proteção de identidade visual anuncia a compra de 100% das operações da Vianuvem, startup de gestão

Equity Crowdfunding: Investimento para escalar sua startup

O crowdfunding de capital próprio emergiu como uma ferramenta poderosa para startups que buscam levantar capital e escalar seus negócios. Ao contrário das formas

Mercados de Capitais: O que são e como funcionam?

Os mercados de capitais desempenham um papel crucial na economia global, facilitando a troca de ativos financeiros entre investidores e empresas. Mas afinal, o

Sell Side: 3 estratégias irão maximizar o valuation da sua empresa

Quando se trata de vender o seu negócio, maximizar o valuation é crucial. Como proprietário de negócio ou empreendedor, você deseja garantir que está

ESG: O que é e como aplicá-lo aos negócios

Os critérios ESG (Ambientais, Sociais e de Governança) tornaram-se cada vez mais significativos para empresas que visam criar valor a longo prazo, considerando seu

Connect to the best of M&A world Subscribe to our Newsletter

Pipeline Podcast “Papo de M&A”

Pipeline Capital’s podcast on mergers and acquisitions, innovation and technology.